sexta-feira, 18 de março de 2016

Hoo Editora lança suspense Canto Negro

Posted by   on


A Hoo Editora, especializada em literatura LGBT, lança um novo livro no mês de março: Canto negro, de Ivan V. Levy. O romance, que trata de exorcismo, amor, religião e suspense, está disponível, desde o dia 17, nas principais livrarias e também no site da Hoo. A obra conta a história de personagens lançados a situações extremas e que sobrevivem à sua maneira a cada uma delas.

A história se passa na Itália Renascentista, onde religião e política caminhavam juntas. Um homem, caído em desgraça após ser afastado da Igreja por razões indizíveis, busca recuperar seu prestígio como exorcista, mas acaba caindo em uma armadilha da qual não sabe sair.“Como leitor e fã do gênero de terror, ficava curioso sobre as repercussões místicas de um exorcismo. Na ficção e fora dela, são cenas fortes e que podem perturbar um espectador mais sensível, mas a ficção nos mostra muitas vezes rituais bem-sucedidos. Eu queria explorar esse tipo de ocorrência através dos olhos da vítima, trazer um momento que marcasse profundamente o aspecto psicológico do personagem. O que aconteceria se o exorcismo falhasse? E qual a consequência disso para as outras partes envolvidas? Esse foi o princípio”, explica o autor.

Temática polêmica


O livro trata de um tema polêmico: a religião. Para Ivan, o poder das instituições religiosas é capaz de apagar os erros de seus membros e, por isso, até hoje a religião pode ser sinônimo de opressão. “Esse silêncio imposto, o poder que se estende em diversas esferas (sociais e políticas) e as condutas pessoais de diversas figuras da época levaram a igreja do período renascentista a um nível de abusos lembrado ainda hoje. Em um ambiente de opressão, a religião poderia se tornar facilmente uma arma em mãos erradas, e desafiar tal sistema era um atributo de poucos”, explica.

O suspense Canto negro traz uma temática bem diferente dos títulos anteriores da editora. Juliana Albuquerque, publisher da Hoo, explica: “Em nenhum momento pensamos em nos limitar a apenas um gênero da ficção. E a preocupação com a qualidade dos títulos que publicamos é enorme, mas também queremos atingir cada vez mais leitores. Por isso, selecionamos obras que trate de temas diversos e que caminhem por diferentes gêneros da ficção: romances, contos, HQs”.

Para Ivan, a proposta da Hoo traz um fôlego para a literatura como um todo. “Quando vi a proposta da editora de tirar a literatura LGBT do nicho, ou seja, do gueto do mercado editorial, e tratar o tema com a naturalidade devida, percebi que seria uma nova etapa para as produções que estivessem fora do tradicional, exatamente em um momento de tantas discussões sociais”, ressalta.

Ivan V. Levy também é autor do livro Mil trezentos e treze e é ghost writer de vários outros. Começou a escrever tarde, por influência do padrasto, o diretor e escritor George Lai, que também guiou seus primeiros passos na literatura. Mora atualmente na Argentina, onde alterna o trabalho formal com a atividade de tarólogo e consultor espiritual. “Não pretendo fazer de uma obra de ficção um manifesto, mas sim, trazer o leitor para uma reflexão de questões que permanecem tabu ainda neste século. Há uma nova revolução social aí fora: questionamentos de condutas antes toleradas e agora não mais; lutas pela igualdade e respeito em diversos aspectos; o rompimento com o velho, e hoje inadequado, sistema social”, conta Ivan.

Canto negro tem 208 páginas e custa R$ 31. Pode ser adquirido nas principais livrarias e no site www.hooeditora.com.br, com frete grátis para todo o Brasil.


Fonte: Press Release / Imagens: divulgação 

Nenhum comentário:
Escreva comentários

O que você tem a dizer sobre isso??

Estamos no Twitter, é só seguir - http://twitter.com
Receba nossa Newsletter