terça-feira, 29 de julho de 2014

Assisti - Planeta dos Macacos, o Confronto (3D)

Posted by   on

Por serem tão parecidos com os humanos em constituição física, e por sua incontestável inteligência, macacos sempre foram utilizados em apresentações e truques circences, que divertem crianças e adultos. No cinema e até na dramaturgia (quem se lembra daquela novela da Globo, que tinha um simpático macaquinho como protagonista?), primatas grandes e pequenos dividiram a tela com humanos desde as primeiras produções cinematográficas, muitas delas pouco críveis, o que talvez tenha tirado a credibilidade destes animais durante um bom tempo perante o público, que até então, não tinha sido agraciado com uma história com contexto social mais profundo. Os filmes da série Planeta dos Macacos trouxeram para as telas uma interessante discussão: e se os macacos forem realmente tão inteligentes quanto os humanos?
Talvez o que seja mais intrigante em Planeta dos Macacos: O Confronto é a possibilidade de visualizarmos uma realidade alternativa, onde os animais poderiam ascender em uma escala evolutiva, assim como os humanos: E se uma guerra surgiria a partir disto, talvez fosse a consequência mais previsível, afinal, se humanos guerreiam entre si, porque não lutariam também contra outras espécies? E essas espécies? Se revoltariam contra os humanos?? Mas um aspecto interessante no filme é que os sentimentos, intenções e tendências psicológicas dos personagens são os fatores determinantes para o desenrolar da trama: compaixão, inveja, rancor, solidariedade, desencadeiam grandes reações, mesmo em atitudes que consideramos pequenas (e eu não vou contar quais são, senão vira spoiler!).
Claro que toda essa história é contada com incríveis efeitos especiais, boas atuações (tanto humanos quanto macacos são muito emocionais e demonstram isso com olhares e gestos a toda hora) e trilha sonora muito boa. Os cenários e locações praticamente falam por si, e são fundamentais na trama, tanto para a ambientação dos fatos, quanto no desenrolar do filme (sim, estou com muita vontade de escrever trechos, mas juro que não spoilerizarei!) .
Planeta dos Macacos é um filme grandioso, porém feito de pequenos detalhes que o tornam tão realista. E tão cativante, mesmo para as pessoas que (como eu) não gostam muito de animais atuando em audiovisuais. Estes, no filme são vistos como mais uma raça socializada, em meio a conturbada vida na Terra. Tão humanos quanto nós, porém de constituição física diferente. Ou nem tão diferente: os olhos azuis do filho de Cezar (o líder dos macacos) tem o mesmo tom dos olhos do protagonista humano... Um pequeno detalhe, mas que me causou grande comoção em algumas cenas durante o filme. E sim, encerrei o texto sem descrever cenas ou fazer referências diretas a participação de personagens! Assista e tire suas conclusões! ;)

Nenhum comentário:
Escreva comentários

O que você tem a dizer sobre isso??

Estamos no Twitter, é só seguir - http://twitter.com
Receba nossa Newsletter