sexta-feira, 28 de março de 2014

Assisti - Rio 2 - 3D

Posted by   on

O casal de ararinhas azuis mais simpático do cinema está de volta, e agora contando a história da família inteira: em Rio 2, além de sermos apresentados aos três filhos de Blu e Jade, também conhecemos um pouco da história do passado da arara fêmea: Ela nasceu na Amazônia, e fazia parte de um grande grupo de aves. 
Em Rio 2, o forte são os coloridos musicais, entremeados de clichês simpáticos sobre o Brasil: as festas típicas do Rio (Carnaval e Reveillon) agora disputam espaço com a Amazônia: uma emocionante descrição da região Norte foi feita, de forma "quase" fiel (ponto alto: a viagem de barco pelo rio. Ponto fraco: cataratas na Amazônia?? Creio que não existem!!). Pequenos detalhes foram descritos com primor, como o açaí que Jade come (e sente sono automaticamente), as plantas que servem de tintura como o urucum, e a diversidade dos animais em suas características predominantes (o tamanduá comendo formigas, preguiça que "acelera" e "apaga", e as tartarugas capoeiristas, ficaram ótimos!). 
O filme fala (como sempre) de forma superficial sobre a questão do desmatamento (sabemos que uma revoada de pássaros e dois ecologistas não são o suficiente para destruir o esquema das madeireiras, ao contrário: depende de boa vontade política e institucional, como polícia, IBAMA, etc, para que haja uma mudança com relação a situação). Mas por uns momentos é bom se sentir criança e achar que depende de um esforço coletivo a resolução de um problema tão sério. Na minha opinião, a trama do "vilão ave" ficou em segundo plano ante a "problemática dos humanos". 
Confesso que me emocionei (e muito) ao ver retratadas minhas duas regiões mais queridas: Rio de Janeiro é minha terra natal, e fui adotada pela região Norte, residindo praticamente no meio da Amazônia paraense: como conhecedora de ambas, posso afirmar que sinto orgulho de ver nosso país ser mostrado desta forma no exterior sim, pelo que tem de melhor, suas riquezas naturais e culturais. Muito bonito também o "giro" por diversas cidades do Brasil. Se servir como propaganda positiva do Brasil para a Copa, o filme terá cumprido seu papel, de um retrato turístico de nosso país. 
Resumindo: Diversão inocente para toda a família (claro, se sua família gostar de animações musicais infantis)



Nenhum comentário:
Escreva comentários

O que você tem a dizer sobre isso??

Estamos no Twitter, é só seguir - http://twitter.com
Receba nossa Newsletter