quarta-feira, 27 de junho de 2012

Gloob, novo canal infantil da Globo

Posted by   on


Criticada por ter cortado a programação infantil da TV aberta com a estréia de Fátima Bernardes no horário da manhã (alegando que esse público não é comercialmente viável... cofcof) , a Globo lançou no último dia 15 "Gloob", o primeiro canal infantil da Globosat. Voltado para o público de 5 a 8 anos e com a produção própria em live action "Detetives do Prédio Azul", a emissora parece priorizar a programação educativa ao invés dos grandes sucessos infantis. Os títulos não são muito empolgantes, e não serão exibidos animes, pois segundo o diretor geral do canal Paulo Marinho, as animações recentes são "violentas". Logo, são reprisados durante 24 horas os inexpressivos "Vida de Galinha", Robôs Invasores, Ned & Fred, entre outros. Os saudosistas foram brindados com Smurfs, Popeye, He-Man e She-ra (esses, com tela cortada nos lados talvez por não ter versão em HD e exibições às 22 horas, talvez por serem as animações mais "violentas" do canal). Bem, vamos às primeiras impressões:
Mesmo sendo transmitido em praticamente todas as TVs por assinatura, NÃO É POSSÍVEL ACESSAR O GLOOB NA SKY EM EQUIPAMENTOS DIGITAIS, POIS O CANAL SÓ EXISTE EM HD. Isso mesmo, logo, se você é assinante Sky e não tem o receptor HDTV, nada de Gloob, o que já é um empecilho para alguns. :( Fora isso, as vinhetas são maravilhosas e tem até música tema com videoclipe estrelado por Ivete Sangalo e Gilberto Gil... e... bem, eu até compreendo o fato de um canal infantil priorizar a educação e programas não violentos, mas também não precisava ser tão sem graça. A Globo é detentora de um dos melhores acervos do país, e de estrelas infantis como Xuxa e Angélica, que MERECIAM uma reprise no canal, para que a nova geração tivesse contato com suas produções. Também seria interessante reprisar mais alguns desenhos animados dos anos 80 no horário da noite, e mesmo alguns longas da Sessão da Tarde seriam mais interessantes do que certas atrações do canal. Sem grandes nomes a coisa não emplaca, e parte disso são os desenhos animados. Quem disse que o público de canal infantil é formado só por crianças??? Adolescentes e adultos saudosistas acompanham a programação diariamente, além dos pais que geralmente compartilham os momentos na frente da TV com os filhos. Gloob deveria repensar estes públicos, e fazer televisão educativa sim, mas ousada, como por exemplo, O Mundo de Beakman e a TV Cultura são (e foram ao seu tempo de estréia), e deixar de lado o preconceito com desenhos de ação e animações japonesas (que por sinal, tem uns títulos infantis bem legais e não violentos, como Hantaro, Tama, etc). Torço para que o canal melhore mais e mais, com atrações super divertidas e atenção especial para um público tão ancioso por novidades, e que consome muito, muito mesmo.  

Nenhum comentário:
Escreva comentários

O que você tem a dizer sobre isso??

Estamos no Twitter, é só seguir - http://twitter.com
Receba nossa Newsletter